Artigos Resenhas - Séries Séries

Stargate Atlantis – Rumo a Pégaso


Stargate Atlantis (2004), ou SGA, é uma spin-off  de Stargate SG-1 (1997), que por sua vez é uma série derivada do filme Stargate, de 1994. Enquanto SG-1 era mais centrada na mitologia egípcia e nórdica, SGA tinha sua base no mito grego da cidade perdida de Atlântida, que na série é uma espaçonave do tamanho de uma cidade, na galáxia de Pégaso. De acordo com a Wikipedia:

Stargate Atlantis (frequentemente abreviada como SGA ou apenas Atlantis) é uma série de TV americano-canadense de ficção científica da MGM e faz parte da franquia Stargate. A série foi criada por Brad Wright e Robert C. Cooper, como um “spin-off” da série Stargate SG-1 criada por Wright e Jonathan Glassner a partir do filme Stargate (1994). As três primeiras temporadas da série de televisão foram exibidas simultaneamente pelo Sci Fi Channel e The Movie Network para depois ser exibida apenas no Sci Fi Channel em suas duas últimas temporadas, com a exibição de mais 100 episódios até o cancelamento da série. Stargate Atlantis estreou no Sci Fi Channel em 16 de julho de 2004, seu último episódio foi exibido no mesmo canal, em 9 de janeiro de 2009. A série foi filmada em Vancouver, Canadá.

A trama de Stargate Atlantis é feita a partir do episódio da sétima temporada de Stargate SG-1, “Lost City”, onde a equipe SG-1 encontra um posto avançado construído pela raça conhecida como os Antigos (The Ancients) na Antártica. Após os acontecimentos ocorridos no episódio de estreia da oitava temporada de Stargate SG-1, “New Order”, o Comando Stargate envia uma equipe internacional para investigar o posto. Logo, o Dr. Daniel Jackson descobre a localização da maior cidade criada pelos Antigos, Atlântida. A história se desenvolve quando os membros da expedição encontram os Wraiths (ou Espectros), raça que derrotou os Antigos dez mil anos atrás.

A série foi um sucesso para o Sci Fi Channel, e foi particularmente popular na Europa e na Austrália. Embora tenha recebido pouca resposta da crítica, Stargate Atlantis foi bastante premiada e recebeu muitas indicações de prêmios em suas cinco temporadas de exibição. Depois do cancelamento de Stargate Atlantis, os criadores da série começaram a trabalhar em outro já pré-concebido “spin off” do universo Stargate, Stargate Universe, que a rede aprovou por ter maior orçamento, ser menos mitológico e focar mais no desenvolvimento dos personagens. O Merchandise de Stargate Atlantis inclui jogos e brinquedos, publicações e uma série original em áudio. A série foi exibida pelos canais FOX e FX no Brasil. Em Portugal a série estreou no canal FOX em Julho de 2008.”

Os personagens principais de SGA são: Major John Sheppard, Dra. Elizabeth Weir (que comanda a expedição), Rodney McKay (cientista brilhante e doido), Teyla (a lider dos aliados athosianos, que se une à equipe), Carson (o médico chefe), Ronon Dex (a partir da 2ª temporada, um soldado que sobreviveu à destruição do planeta Sateda), Samantha Carter (que na 4ª temporada assume o comando da expedição), Jennifer Keller (que na 4ª temporada passa a ser a médica chefe) e Richard Woolsey (representante do conselho internacional que assume o comando da expedição na 5ª e última temporada.

Os vilões da série são: Espectros, Genii (ditadura controlada por humanos) e os Replicadores da galáxia de Pégaso. Os Espectros foram criados acidentalmente pelos Atelaranos, e causam uma guerra que dura 100 anos. Os Genii já foram uma potência que englobava vários planetas, até serem esmagados pelos Espectros. Os Replicadores apareceram pela primeira vez em SG-1, e em SGA têm sua origem ligada à guerra contra os Espectros. Woolsey, Carter e Weir também vieram de SG-1.

Alguns atores da franquia Jornada nas Estrelas aparecem em SGA: Colm Meaney (líder Genii), Connor Trineer (um Espectro) e Robert Picardo (Woolsey). Meaney participou da Nova Geração e Deep Space 9, Trineer vem de Enterprise e Robert Picardo de Voyager (mas também fez algumas aparições em DS9 e no filme Primeiro Contato. Além disso a série tem uma forte influencia de Jornada nas Estrelas, como o uso de teletransporte. Já Jewell Staite (Dra. Keller) estrelou a série cult Firefly.

Além de Jornada os personagens fazem muitas referências a filmes como Star Wars, Batman e Alien, entre outros. As tramas de SGA basicamente se dividem em episódios de muita ação, descobertas cientificas e encontro com povos insignificantes. Temos viagens temporais e realidades alternativas. Na galáxia de Pégaso os únicos povos com frotas de naves são atelaranos, espectros e replicadores. A própria Atlantis é uma nave do tamanho de uma cidade, tendo o mesmo armamento visto no final da sexta temporada de SG-1. Ela possui naves auxiliares similares às de Star Trek, chamadas Jumpers. Na segunda temporada a equipe SGA recebe o apoio da nave Deadalus, e na terceira temporada, a Horizon. Ambas as naves foram construídas com ajuda dos asgardianos, aliados do SG-1.

A segunda e a terceira temporadas se passam ao mesmo tempo que o SG-1 luta com os Oris. Mas em termos de ação e enredo a trama de SGA é superior a essa de SG-1. Um dos melhores episódios mostra uma frota dos Espectros atacando a cidade, lembrando muito a batalha da Normandia. As batalhas espaciais são um primor, do mesmo nível de Star Trek.

Ocasionalmente o SGA se alia aos Genii ou aos Espectros contra outros Espectros. Os Antigos são ótimos cientistas, e melhores ainda em criar devastação. Deram origem aos Espectros e Replicadores, e quando voltaram à Via Láctea, deixaram a galáxia de Pégaso à mercê de ambos. Quando eles ascenderam, deixaram a Via Láctea sob o controle dos Goa’ulds e dos Replicadores, além dos Ori governando outra galáxia também com mão de ferro. Foi necessário surgir o SG-1 e o SGA para consertar a bagunça tirânica que os Antigos deixaram em três galáxias.

Após a quinta e última temporada da série, estava programado o lançamento em DVD/Blu-ray de mais dois longas de SG-1 e um de SGA, porém a mesma crise do estúdio MGM que levou ao cancelamento prematuro de Stargate Universe fez com que os projetos fossem suspensos. As viagens pelo portal continuarão algum dia?

Fonte:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Stargate_Atlantis
http://pt.wikipedia.org/wiki/Atl%C3%A2ntida

Guilherme da Costa Radin

42 comentários em “Stargate Atlantis – Rumo a Pégaso

  1. Luis Talora

    Gostei de ver o personagem Dr. McKay, originalmente de SGA, participando da segunda temporada de Stargate Universe. Um flashback bem saudoso… ;)

    Curtir

  2. Poxa vida quando vi o post no meu email fui logo abrindo pensando. “Oba mudaram de idéia e vem algo muito bom para matar a saudade de SGA” Magoie.

    Curtir

  3. Pingback: Stargate Atlantis – Rumo a Pégaso « Sci Fi do Brasil | Info Brasil

  4. Bassvix

    Vi todos os filmes SG, a SG1 completa, os filmes após, e acompanho SGU. Gostaria de assistir SGA, mas só de pensar que ficou sem final desisto.

    Curtir

    • Luis Talora

      Não é que ficou sem final: a série até que acabou com um final legal, na minha opnião. Só que anunciaram aos 4 ventos que haveria um longa, só que o filme nunca veio.
      Não acho SGA tão bem elaborado quanto SG-1, mas vale a pena conferir, sim, sem dúvida!

      Curtir

      • Bassvix

        Hummm, bom saber disso, mas esse longa era imprescindível, ou seja, sem ele ficou um buraco (sem respostas importantes ou fechamento de “assuntos”) ou só iria somar algo?

        Pergunto porque me lembro que os longas do SG1 foram muito importantes.

        Curtir

        • Luis Talora

          No caso do SG-1, foi diferente: a série foi cancelada sem conclusão – sem a captura de Baal nem desfecho do “perrengue” contra os Ori. Em SGA, a série chega a ter um desfecho até interessante, mas deixa um “gosto de quero mais”. O longa seria mais para brindar os fãs da série com uma continuação. E a série tem várias referências ao SG-1, incluindo os personagens e o elenco. Vale a pena!

          Curtir

          • Bassvix

            Pois é Luis, por sua causa agora eu tenho algo a assistir no hiato que teremos de Fringe :).
            Obrigado.

            Curtir

          • Antonio.Carlos

            Tiveram 02 filmes, que deram um final a SG1. Não foi a melhor coisa do mundo, mas quebrou um galho.

            Curtir

      • Realmente SGA é uma série fantástica!
        com uma qualidade de uma produção que não se vê todo dia.

        Curtir

  5. Saudades Stargate.

    Curtir

  6. Ronan M.N.

    É realmente lamentável que tenha se acabado. Tiveram toda uma temporada para conhecerem e se adaptarem a “Destiny”. Se a mesma foi feita e preparada para ser utilizada unicamente com o DNA humano, esta afinidade deveria ter ocorrido já na primeira temporada. Era essencial que com o controle da mesma, fosse possível pará-la quando necessário, avançar e/ou retroceder, permitindo assim “visitas” a determinadas galáxias, planetas, seres etc… No entanto o próprio Stargate não passou se um mero coadjuvante. Só emprestou o nome a série, pois o verdadeiro “mocinho” era a Nave Destiny. Saudades da guerreira Samantha Carter, do carrancudo T’healk, do genial cientista especialista na cultura egípcia etc… Se pensarem em uma nova série, os produtores devem levar em consideração que os amantes de Stargate gostam de “AÇÃO” e muita “AÇÂO” mesmo! A vida pessoal de cada personagem deve ser comentada no decorrer da série e não levar em uma temporada inteira. Estes “marasmo” e a falta de “AÇÂO” propriamente dita, simplesmente enterrou a série. Veremos o que o futuro nos aguarda!

    Curtir

    • Bassvix

      Agora convenhamos Ronan, no SG1 exageraram fazendo por muito tempo o mesmo de sempre, “passeavam” em um planeta inóspito, achavam uma civilização feudal ou nenhuma, criavam caso com a dita se existisse, recuperavam algum artefato desconhecido que era uma bomba relógio.
      Fora o tempo perdido – muitas temporadas – com os “Golds” (ok, escrevi errado de propósito :)), vejam que depois que acabou isso o próprio Teal´c ficou sem sintonia com o resto, perdeu o foco na equipe.

      Curtir

  7. Pingback: Veja o cartaz nacional de Conan, o Bárbaro « Sci Fi do Brasil

  8. Pingback: Star Trek e o Legado de Gene Roddenberry « Sci Fi do Brasil

  9. Pingback: Vilões Sci Fi e dos Quadrinhos « Sci Fi do Brasil

  10. Pingback: Teal’c em The Dark Knight Rises! | SCI FI do Brasil

  11. Anselmo Filgueiras

    Queremos Stargate de voltaaaa!
    Bem que poderia passar a série SG1, Atlantis e Universe nos canais abertos, quem sabe assim a MGM consiga levantar verbas e continuar com a série :D

    Curtir

  12. Bassvix

    Estou vendo SGA…nunca tinha visto. Por enquanto satisfeito (segunda temporada), pena é saber que a quinta é a última.

    Curtir

  13. Pingback: Resenha: Splice – A Nova Espécie (Blu-ray) | SCI FI do Brasil

  14. Pingback: Gata Sci Fi: Jewel Staite | SCI FI do Brasil

  15. Pingback: Mais filmes viram séries de TV: Soldado Universal e Agentes do Destino | SCI FI do Brasil

  16. Pingback: Gata Sci Fi: Jill Wagner | SCI FI do Brasil

  17. Pingback: Resenha: PLANETA DOS MACACOS – A ORIGEM (Blu-ray+DVD) | SCI FI do Brasil

  18. Diego-Cobra

    Com todo os repeito que tenho à Amanda Tapping e a todos os que gostam da série SANCTUARY, não entendo como é que séries ,não boas ,mas excelentíssimas como STARGATE ATLANTIS e STARGATE UNIVERSE foram canceladas bruscamente enquanto uma série que não chega à sola dos pés delas como SANCTUARY continua a ser exibida. Até que SANCTUARY não é lá tão ruim assim, mas as qualidades das séries Stargate são imcomparáveis, citavam muito bem a Física/Ciência , havia muita ação, trama, comédia(as vezes)…, enfim muitas características que definem uma boa série. A ATLANTIS até que teve uma certa queda de qualidade em relação à SG-1, mas que não merecica ser cortada como foi. A UNIVERSE, essa nem se fala ! superou e muito a ATLANTIS fiquei puto quand assisti a ultima temporada de ATLANTIS e soube que não teria continuação e mais ainda quando estava na segunda temporada de UNIVERSE e recebi a notícia do cancelamento, tive tanta raiva, que até hoje não assiti os “últimos” episódios de UNIVERSE. O Stargate mexeu comigo e muito, tenho certeza que eu não sou o único a pensar e sentir tudo isso !

    Curtir

    • Bassvix

      Menos mau sobre SGA que durou 5 temporadas e conseguiram fazer um fechamento condizente, as coisas afunilaram para que pudesse ser entendido como um final da série, pior SGU que ficou muita coisa a explicar, e o mais chato é que enrolaram demais com conteúdo de novela das 8 como triângulos amorosos em excesso e até mesmo mulher pegando mulher.

      Curtir

      • Diego-Cobra

        Hum.. bem SGA não foi bem finalizada não ! Teve o caso do Tenente Aiden Ford, o cara sumiu e sequer foi lembrado por muitos e muitos episódios até acabar; o caso também dos Asgard, que foram eliminados no SG1 e no SGA apareceram outros da mesma espécie e foi por muito pouco tempo, o que aliás, poderia render muita coisa envolvendo os Asgard; dentre muitas outras coisas tem também os Espectros(Wraiths) que ficaram vivos e não foram eliminados. Quando terminei de assitir o último episódio da 5ª temporada de SGA, ficou no ar aquele sentimento de “falta alguma coisa, já acabou?” Sinceramente, os CRIADORES e seus auxiliares do STARGATE são excelentes profissionais, não lembro de nenhuma série que tenha me chamado a atenção como STARGATE. Tenho esperanças que um dia terminem SGA e SGU, bom seria que alguma outra empresa “tirasse” da MGM os direitos de STARGATE pra poder nos fazer enfim felizes.

        Curtir

        • Bassvix

          Pois é Diego, eu relevo certas coisas porque toda série que vejo até o final ficam para trás certas coisas, tramas sem respostas e coisas como o que citou, mas fazer o que, da mesma maneira eu também o mesmo sentimento “faltou algo”, mesmo SG1 com os filmes após a série ainda faltou algo.

          Curtir

  19. Diego-Cobra

    Gosto não se discute, eu sei. Mas se a audiência não tava dando lucro suficiente para bancar as séries, então por que não as terminaram em DVD !!??
    Acredito que STARGATE tenho sido um bom exemplo de quê boas idéias não podem cair em mãos erradas.

    Curtir

  20. Pingback: Vem aí PRIMEVAL: NEW WORLD | SCI FI do Brasil

  21. Rafael Lira

    Olá pessoal! Alguém sabe de um link que funcione, do Stargate Arca da Verdade? Faz um tempo que estou procurando, mas só tem link quebrado…

    Outra dúvida: Quantos FILMES existem do Stargate? E qual a sequência para assistir dos filmes e seriados?

    Muito obrigado!

    Curtir

  22. Pingback: Jason Momoa será vilão em WOLVES « SCI FI do Brasil

  23. Pingback: STARGATE: Fãs de língua portuguesa, não deixem a chama apagar! « SCI FI do Brasil

  24. Pingback: Jason Momoa em OS GUARDIÕES DA GALÁXIA « SCI FI do Brasil

  25. Luiz Fernando Motta

    SG1 / SGA / SGU – Todos muito bons, tenho muitas saudades. Uma das mais incríveis produções que já vi.
    Foi uma pena o fim prematuro.

    Curtir

  26. Pingback: STARGATE ATLANTIS no Netflix | SCI FI do Brasil

  27. Pingback: Rumores: Aquaman em BATMAN V. SUPERMAN e lista dos próximos filmes da DC Comics | SCI FI do Brasil

  28. Pingback: Assista ao novo Trailer de WOLVES | SCI FI do Brasil

  29. Pingback: Assista à Prévia da nova Série do Syfy INCORPORATED – SCI FI do Brasil – O Portal da Ficção Científica em Português

  30. Pingback: Assista à Prévia da nova Série do Syfy INCORPORATED (ATUALIZADO) – SCI FI do Brasil – O Portal da Ficção Científica em Português

  31. Pingback: Divulgado o Elenco da Série STARGATE: ORIGINS – SCI FI do Brasil – O Portal da Ficção Científica em Português

Comente o conteúdo da postagem

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: