Motoqueiro Fantasma: Em busca de Vingança

Não se iluda com as críticas, Motoqueiro Fantasma (Ghost Rider) é uma das melhores adaptações de quadrinhos da atualidade. O longa foi um dos maiores sucessos de 2007, ficando atrás de Homem-Aranha 3. Tendo como roteirista e diretor Mark Steven Jonhson (de Demolidor – O Homem Sem Medo) e com produção de Avi Arad, o filme foi rodado na Austrália. Com ele Nicolas Cage finalmente conseguiu realizar seu sonho de participar de um filme sobre quadrinhos. Antes ele havia tentado o Superman de Tim Burton, que felizmente foi abandonado em 1996, e Namor – que não deveria ter sido abandonado.

Na trama Johny Blaze (Cage) vende sua alma para Mefistófeles – o Diabo (Peter Fonda) – com o objetivo de salvar seu pai. Mas o Diabo trapaceia, e Blaze perde o pai e sua namorada, Roxanne (a sempre linda Eva Mendes). Anos depois o filho do Diabo, Coração Negro (Wes Bentley) tenta derrubar seu pai, que utiliza como arma o Motoqueiro Fantasma, cuja atual encarnação é o próprio Johnny Blaze. Durante o confronto Blaze reencontra Roxanne, e conhece um antigo cowboy (Sam Elliot) que já fora dominado pelo Espirito da Vingança. Ele torna-se seu tutor e traz muitas revelações. Visualmente os demônios aliados de Coração Negro são toscos, mas o Motoqueiro Fantasma e sua moto são arrepiantes. Continuar lendo “Motoqueiro Fantasma: Em busca de Vingança”

Marvel X DC: O Duelo continua em 2010

Segue nos cinemas o duelo das maiores publishers de quadrinhos do mundo: Marvel e DC Comics. Em 2009, X-Men Origens: Wolverine superou Watchmen em bilheteria – apesar deste último ser um filme bem melhor, arrecadou apenas Us$ 200 milhões, enquanto Wolverine alcançou os 400 milhões. Mas de acordo com o site Omelete, a DC prepara o contra ataque:

O Hollywood Reporter publicou um extenso artigo sobre as adaptações de quadrinhos para as telas da DC Comics.

Respondendo aos críticos, que dizem que a DC não é agil o suficiente como a Marvel na criação de filmes baseados em suas propriedades intelectuais, Paul Levitz, presidente da empresa, explicou que, diferente da concorrente – que tem alguns dos seus maiores super-heróis licenciados para estúdios que não estão ligado à editora -, a DC mantém todos os seus grandes personagens na Warner Bros., e que não foram realizados grandes anúncios no último ano por conta de uma grande reestruturação estratégica, que a DC começa a revelar agora. Continuar lendo “Marvel X DC: O Duelo continua em 2010”