Resenha: PLANETA DOS MACACOS – A ORIGEM (Blu-ray+DVD)

Produção: 2011
Duração: 104 min.
Direção: Rupert Wyatt
Elenco: James Franco, Freida Pinto, John Lithgow, Andy Serkis, Brian Cox, Tom Felton, David Oyelowo, Tyler Labine, Jamie Harris, David Hewlett
Vídeo: Widescreen Anamórfico 2.35:1 (1080p/AVC MPEG-4)
Áudio: Inglês (DTS-HD Master Audio 5.1), Português (Dolby Digital 5.1), Espanhol, Francês, Alemão (DTS 5.1)
Legendas: Português, Inglês, Espanhol, Alemão, Francês
Região: A, B, C
Distribuidora: Fox
Discos: 2 (1 BD 50Gb, 1 DVD)
Lançamento: 13/12/2011
Cotações: Som: ****½ Imagem: ****½ Filme: ****  Extras & Menus: **** Geral: **** 

SINOPSE
Nossa maior descoberta tornar-se-á a maior ameaça para a humanidade quando um cientista, na iminência de um grande avanço da medicina, começa a fazer testes num jovem chimpanzé chamado César. Quando o chimpanzé desenvolve inteligência e emoções semelhantes às dos humanos, nasce uma batalha épica para determinar a espécie dominante no planeta.

COMENTÁRIOS
Dificilmente alguém que tenha acompanhado a saga PLANETA DOS MACACOS, a partir do antológico longa de Franklin J. Schaffner, não gostará deste PLANETA DOS MACACOS – A ORIGEM (2011), dirigido com louvor pelo pouco conhecido inglês Rupert Wyatt, de THE ESCAPIST (2008). O que de início salta aos olhos é que, pela primeira vez na história da franquia, os macacos foram totalmente criados em computação gráfica, pela WETA Digital. E o fato é que eles, ainda que por vezes tenham uma inevitável aparência digital (principalmente na alta definição do Blu-ray), roubam a cena dos protagonistas humanos – principalmente Andy Serkis, que via captura de movimentos interpreta o chimpanzé César. Serkis já foi o Gollum da trilogia O SENHOR DOS ANÉIS (e voltará a sê-lo em O HOBBIT, atualmente em filmagem na Nova Zelândia) e o KING KONG da refilmagem de 2005, e a Fox está fazendo campanha para que, de forma inédita, ele seja indicado ao Oscar por esta nova interpretação digital.

Continuar lendo “Resenha: PLANETA DOS MACACOS – A ORIGEM (Blu-ray+DVD)”

Resenha: Planeta dos Macacos – A Origem

PLANETA DOS MACACOS – A ORIGEM (Rise of The Planet of The Apes, EUA, 2011)
Duração: 106 min.
Gênero: Ficção Científica
Elenco: James Franco, Tom Felton, Freida Pinto, Andy Serkis, Brian Cox, John Lithgow, Tyler Labine, David Hewlett, Sonja Bennett, Jamie Harris, Leah Gibson,David Oyelowo
Compositor: Patrick Doyle
Roteiristas: Rick Jaffa, Amanda Silver
Diretor: Rupert Wyatt
Cotação: ****

Dificilmente alguém que tenha acompanhado a saga PLANETA DOS MACACOS a partir do antológico longa dirigido por Franklin J. Schaffner em 1968 não sentirá arrepios ao assistir este PLANETA DOS MACACOS – A ORIGEM (2011), dirigido com louvor pelo inglês Rupert Wyatt, de THE ESCAPIST (2008). O que de início salta aos olhos é que, pela primeira vez na história da franquia, os macacos foram totalmente criados em computação gráfica, pela WETA Digital de Peter Jackson. E o fato é que eles roubam a cena dos protagonistas humanos, em especial Andy Serkis, que via captura de movimentos interpreta o chimpanzé César. Serkis já foi o Gollum da trilogia O SENHOR DOS ANÉIS (e voltará a sê-lo em O HOBBIT, atualmente em filmagem na Nova Zelândia) e o KING KONG da refilmagem de 2005, e muitos já estão fazendo campanha para que ele seja indicado ao Oscar por esta nova interpretação digital. Continuar lendo “Resenha: Planeta dos Macacos – A Origem”

Resenha: Splice – A Nova Espécie (Blu-ray)

Produção: 2010
Duração: 103 min.
Direção: Vincenzo Natali
Elenco: Adrien Brody, Sarah Polley, David Hewlett,
Delphine Chanéac, Brandon McGibbon, Simona Maicanescu
Vídeo: Widescreen Anamórfico 1.78:1 (1080p/VC-1)
Áudio: Inglês (DTS-HD Master Audio 5.1), Português (Dolby Digital 5.1)
Legendas: Português
Região: A, B, C
Distribuidora: California
Discos: 1 (25GB)
Lançamento: 03/08/2011
Cotações: Som: **** Imagem: ***½ Filme: ***½ Extras & Menus: * Geral: ***

SINOPSE
Clive (Adrien Brody) e Elsa (Sarah Polley) são dois brilhantes cientistas especializados na combinação de DNA e se dedicam a criar espécies híbridas de animais para um laboratório farmacêutico. Depois do sucesso de seu ultimo experimento, decidem em segredo dar um passo mais adiante e usar DNA humano para a criação de um novo ser que os ajude a revolucionar a medicina moderna. Mas a espécie resultante é muito mais que uma nova escala na árvore evolutiva: uma surpreendente criatura que excede seus sonhos mais ambiciosos.

COMENTÁRIOS
O canadense Vincenzo Natali ganhou notoriedade com o barato mas criativo CUBO (CUBE, 1997), e de lá para cá alternou trabalhos como roteirista, diretor e produtor na TV e no cinema. Nada, contudo, que tenha chamado maior atenção – exceto talvez pela direção de um dos segmentos do longa PARIS, EU TE AMO (PARIS, JE T’AIME, 2006). Este SPLICE – A NOVA ESPÉCIE (SPLICE, 2010), seria o projeto seguinte de Natali após CUBO, mas dificuldades como o alto orçamento exigido pelos efeitos visuais causaram seu adiamento. Finalmente em 2010, tendo Guillermo Del Toro na produção, o realizador pôde finalmente lançar esta interessante ficção científica (ainda que menos original que CUBO). No Brasil o filme foi distribuído pela California Filmes no início de 2011 em um circuito limitado – creio que inclusive muitas capitais ficaram de fora. Agora, com sua chegada em DVD e Blu-ray, mais apreciadores do gênero poderão conferir esta nova e boa investida na linha “o Homem brinca de Deus, cria a Vida e se dá mal”.

Continuar lendo “Resenha: Splice – A Nova Espécie (Blu-ray)”