Assista a cenas eliminadas e featurettes de bastidores de BATTLESTAR GALACTICA: BLOOD AND CHROME

O projeto de Battlestar Galactica: Blood and Chrome começou como websérie, depois virou piloto de série de TV e finalmente, provavelmente em função dos custos elevados, o Syfy decidiu que voltaria a ser uma websérie. Seja como for, já foi disponibilizado na web, exibido em forma de longa no Syfy e está saindo nos EUA em DVD e Blu-ray na próxima terça-feira com cenas adicionais – ainda sem previsão de lançamento no Brasil. Para você pelo menos sentir o gostinho do lançamento, confira abaixo a duas cenas eliminadas e dois featurettes de bastidores:

Continuar lendo “Assista a cenas eliminadas e featurettes de bastidores de BATTLESTAR GALACTICA: BLOOD AND CHROME”

A Saga de BATTLESTAR GALACTICA

new-battlestar-logo

A tripulação da Galactica, na série original
A tripulação da Galactica, na série original

Em 1978, nos Estados Unidos, foi exibido na rede de televisão ABC o piloto da série Battlestar Galactica, cujo orçamento ultrapassou US$ 3 milhões – uma quantia extraordinária para a sua época. Colaboraram para encarecer seu orçamento os grandes cenários, o figurino criativo e, principalmente, os efeitos especiais criados por John Dykstra, que criou os revolucionários efeitos do Star Wars original (por esse motivo os caças vipers coloniais são tão parecidos com os x-wings rebeldes). Na trama, o império alienígena Cilônio está em negociações de paz com as doze colônias humanas, por intermédio do conselheiro humano Baltar. Mas tudo é, na verdade, uma armadilha, e as colônias são destruídas num ataque devastador dos cilônios, que tiveram como seu aliado Baltar, que traiu os humanos para obter o controle do planeta Caprica. Mas os aliens também destroem Caprica, e os sobreviventes das colônias fogem numa frota de naves civis liderada pela Galactica, a única Astronave de Combate restante. O objetivo da Galactica e das naves civis, por ela protegidas, passa a ser fugir dos cilônios e chegar na Terra, que segundo a lenda, seria a 13ª colônia criada pelos Senhores de Kobol.

O estrondoso sucesso do piloto levou à produção de mais alguns episódios especiais e, por fim, do restante da temporada, que somou 24 episódios. Os personagens principais eram o Comandante da Galactica, Adama (Lorne Greene), seu filho Capitão Apollo (Richard Hatch), o Tenente Starbuck (Dirk Benedict), o subcomandante Coronel Tigh (Terry Carter), a esposa de Apollo, Serina (Jane Seymour), o Tenente Boomer (Herbert Jefferson Jr.) e a piloto Sheeba (Anne Lockhart). Na série não havia muita informação sobre a origem dos cilônios, criaturas semelhantes externamente a robôs; mas o pouco informado era que eles seriam uma raça reptiliana que acabou substituindo suas formas orgânicas por corpos mecânicos. Especulava-se que eles utilizariam cérebros orgânicos. No Brasil, o piloto de Galactica chegou somente em 1979 nos cinemas. Depois, a série passou a ser exibida na rede Globo, a partir de 1981. Continuar lendo “A Saga de BATTLESTAR GALACTICA”