Resenhas - Filmes

Resenha de Filme: TEMPO


Old, EUA, 2021
Gênero: Suspense
Duração: 121 min.
Elenco: Gael García Bernal, Vicky Krieps, Thomasin McKenzie, Rufus Sewell, Embeth Davidtz
Trilha Sonora Original: Trevor Gureckis
Roteiro: M. Night Shyamalan
Direção: M. Night Shyamalan
Cotação: 3,5/5

Já faz um tempo que M. Night Shyamalan é um cineasta que divide opiniões e é capaz de causar sentimentos de amor e ódio em certos cinéfilos e críticos – no próprio site Rotten Tomatoes, a divisão entre críticas favoráveis e desfavoráveis de seu novo filme está em 50%. Já vi gente dizer que jamais veria outro filme dele; ou pessoas que demonstram tanta paixão por seu trabalho que parecem até um pouco nubladas com as imperfeições ou irregularidades em sua filmografia. Eu me situo um pouco mais no segundo grupo, embora tenha ficado um pouco desapontado com o fim da trilogia iniciado com o ótimo CORPO FECHADO (2000), continuada com o intrigante FRAGMENTADO (2016) e encerrada de maneira pouco inspirada com VIDRO (2019).

Por isso, é bom ver o cineasta voltar com um projeto totalmente novo. TEMPO (2021) até poderia ter menos de seu toque pessoal, por ser baseado em uma graphic novelCastelo de Areia, de Frederik Peeters e Pierre-Oscar Lévy, mas o autorismo de Shyamalan é tão forte que se percebe sua mão o tempo todo. E, além de tudo, há uma participação especial sua como um dos personagens coadjuvantes do filme, coisa que ele gosta de fazer com frequência, sabendo que já se tornou uma celebridade.

TEMPO já chamou a atenção por sua proposta apresentada no trailer. Na trama, uma família passa uns dias em um resort de um lugar paradisíaco não especificado (o filme foi rodado na República Dominicana). A família é formada por Guy (Gael García Bernal), sua esposa Prisca (Vicky Krieps) e seus filhos pequenos Trent e Maddox – a menina um ano mais velha que o menino. O casal está passando por uma dificuldade e a separação é iminente. Aquele momento com toda a família junta seria uma espécie de despedida.

Aos poucos, também somos apresentados a coadjuvantes que serão importantes para a narrativa e, já nesses breves espaços de tempo anteriores à chegada na praia, a questão do envelhecimento, da beleza e da doença fazem parte dos assuntos. O gerente do resort sugere um passeio para um lugar escondido e especial, uma praia deserta e de águas límpidas. Ao chegarem lá, porém – não apenas a família, mas outras pessoas recém-chegadas no resort -, deparam-se com estranhas situações, como o corpo de uma mulher encontrado sem vida, a morte de uma idosa e os efeitos do tempo nas crianças.

O filme lida com isso em alguns momentos com um senso de humor bem particular (o que dizer do personagem de Rufus Sewell citando um certo filme protagonizado por Jack Nicholson e Marlon Brando?); em outros, há uma carga de dramaticidade bem excessiva, especialmente quando os personagens entram num estado de desespero geral com o que está acontecendo e a incapacidade de deixar aquele lugar, meio como em O ANJO EXTERMINADOR, de Luis Buñuel. Diferente de outros filmes de Shyamalan que exploram os interiores com uma beleza maior na direção de arte, este aqui, por se passar numa praia, se engrandece mais nos movimentos de câmera inteligentes para entregar algo novo diante de tantos filmes de horror genéricos recentes. Tem cara de ser uma obra que vai crescer na memória afetiva.

TEMPO pode provocar sentimentos mistos, mas é tão cheio de cenas memoráveis que é fácil nos ganhar, pelo menos na maior parte do tempo. Sem falar que é um filme que acaba trazendo também uma reflexão bonita sobre a passagem do tempo, a inevitabilidade da morte e o que há de belo e de horrível no envelhecer.

Ailton Monteiro

0 comentário em “Resenha de Filme: TEMPO

Comente o conteúdo da postagem

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: