Resenhas - Séries

Resenha de Série: DOCTOR WHO – Episódio “Revolution of the Daleks”


Doctor Who – “Revolution of the Daleks” (2020)
Elenco: Jodie Whittaker, Mandip Gill, Tosin Cole, Bradley Walsh, John Barrowman, Chris Noth, Harriet Walter, Nathan Stewart-Jarrett, Nicholas Briggs
Roteiro: Chris Chibnall
Direção: Lee Haven Jones
Cotação: 3/5

Atenção: caso você ainda não tenha assistido ao episódio “Revolution of the Daleks”, o texto contém SPOILERS!

Havia uma grande expectativa para este Especial de Ano Novo de Doctor Who, “Revolution of the Daleks”. Afinal, seria o primeiro episódio da série desde o encerramento de sua 12ª temporada, há 10 meses (lapso que parece ainda maior em tempos de pandemia); nele teríamos o tão aguardado reencontro do pansexual Capitão Jack (John Barrowman) e o Doutor – agora Doutora – (Jodie Whittaker); e de quebra, uma nova invasão à Terra pelos mais tradicionais inimigos da protagonista, os Daleks.

A trama é uma continuação do Especial, “Resolution”, exibido há dois anos e também escrito pelo showrunner Chris Chibnall. Aqui, o que sobrou do Dalek mutante daquele episódio é clonado e acaba dando origem a um novo exército de Daleks, o que leva a uma guerra civil contra os Daleks puros de Skaro em plena Terra. Ou seja, temos o terreno preparado para um episódio épico, mas que primeiramente tem de amarrar as pontas soltas deixadas pelo final da 12ª temporada, onde a Doutora é levada para uma prisão espacial pelos Judoons. E aqui começam os problemas.

Vemos que, durante o tempo em que a Doutora ficou presa, questionando sua própria origem, a “Fam” (diminutivo da família/companheiros formados por Yas, Ryan e Graham) se sentiu abandonada, o que é agravado pela responsabilidade de enfrentar a nova crise Dalek sem ela. Apesar de seus 75 minutos, o episódio gasta muito tempo com preparações e diálogos até finalmente Jack resgatar facilmente a Doutora da prisão (que em tese seria à prova de fugas) e ambos voltarem à Terra, e a partir de então tudo tem que ser tratado e resolvido apressadamente.

Sabemos da paixão de Jack pelo Senhor do Tempo, por isso o tão aguardado reencontro dos dois teria de ser um dos pontos altos do episódio. Mas quando ocorre ele é anticlimático, e não vemos nem sombra da química que havia entre Jack e os Doutores de Christopher Eccleston e David Tennant. Tudo se limita a um abraço entre os dois, uma piada típica de Jack e a troca de algumas frases rápidas antes da dupla fugir da prisão – e tudo isso em uns dois minutos. Aliás o Capitão Jack acaba sendo apenas um chamariz, já que é subutilizado em todo o episódio. O melhor de tudo é sabermos, ao final, que ele se reencontrou com Gwen Cooper, dando esperança de um eventual retorno da série Torchwood.

Quanto ao enfrentamento com os Daleks, temos as habituais cenas de mortes e destruição, mas elas são escassas. Vemos apenas um rápido combate entre os Daleks mutantes e os Daleks de Skaro, e a derrota dos mutantes acontece praticamente toda off camera. E o plano da Doutora para derrotar os Daleks remanescentes, que envolve a outra TARDIS na qual Yas (Mandip Gill), Ryan (Tosin Cole) e Graham (Bradley Walsh) escaparam de Gallifrey no final da 12ª temporada, é concebido e executado em menos de um minuto.

Claramente a intenção de Chibnall era focar no relacionamento estremecido entre a Doutora e seus companheiros de viagens, e assim preparar a saída de Ryan e Graham da série – o que acontece no fim do episódio. Apesar dos tropeços do roteiro pelo menos isso acontece de uma forma positiva, sem nenhuma morte ou circunstância trágica envolvendo os dois. Acredito que isso estará reservado a Yas, que como vimos em “Revolution of the Daleks”, criou um laço emocional mais forte com a Doutora.

No mais é aguardar a 13ª temporada, já em produção mas que irá estrear apenas no segundo semestre deste ano, para vermos as consequências do elefante na sala que foi a revelação na temporada anterior da “Criança Atemporal”, apenas citada superficialmente neste episódio, tanto na Doutora como na série em si.

Jorge Saldanha

0 comentário em “Resenha de Série: DOCTOR WHO – Episódio “Revolution of the Daleks”

Comente o conteúdo da postagem

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: