Quadrinhos Resenhas - Filmes

Resenha de Filme: MULHER-MARAVILHA 1984


Wonder Woman 1984, EUA, 2020
Gênero: Ação, Fantasia
Duração: 151 min.
Elenco: Gal Gadot, Chris Pine, Kristen Wiig, Pedro Pascal, Connie Nielsen, Lynda Carter, Robin Wright, Roger Tyler, Sharrie McCain
Trilha Sonora Original: Hans Zimmer
Roteiro: Dave Callaham, Geoff Johns, Patty Jenkins
Direção: Patty Jenkins
Cotação: 4/5

Eis um filme que pode ser amado pelos mesmos motivos que pode ser odiado. Há uma intenção de ser mesmo intenso, flertando com o cafona até, e isso não vem apenas do colorido que tenta emular o ano do título, o ano em que se passa a história, mas dos sentimentos sentidos e despertados. A escolha da Warner de lançar MULHER-MARAVILHA 1984 (2020) perto do Natal faz todo o sentido, mesmo em cenário de pandemia. Até para trazer um pouco de fé na vida nestes tempos tenebrosos.

Ainda que seja uma aventura de fantasia, podemos dizer que o novo título-solo da mais querida das amazonas é um filme sobre um embate de valores: a verdade, a honra e a bondade versus a vaidade, a inveja e a cobiça. Desde o primeiro ato, percebemos que alguns personagens sentem uma vontade imensa de serem mais do que são. Barbara Minerva, a personagem de Kristen Wiig, é uma mulher que não recebe atenção de seus colegas, passa desapercebida e tem baixa autoestima. Por isso fica com um pouco de inveja da nova amiga, Diana Prince (Gal Gadot), que é linda, gentil e elegante.

E temos Max Lord, vivido por Pedro Pascal, um sujeito falido financeiramente que se esconde em uma fachada de sucesso. Ao se apossar de uma pedra mágica que concede desejos às pessoas, ele finalmente pode conseguir tudo que tanto almeja. Ou será que não?

Assim como o filme de 2017, esta sequência também se ancora na fantasia para a construção de seu enredo. E é algo que funciona muito bem para uma heroína inspirada na mitologia grega. A magia está presente desde o prólogo, que é ambientado na infância de Diana, e em uma lição de vida, e está presente também em sua atuação elegante e discreta, ao salvar vidas e impedir um assalto a banco, nos Estados Unidos do ano de 1984.

Patty Jenkins, que volta para para dirigir esta sequência, parece mais à vontade em lidar com a emoção, sem se preocupar com que tudo soe excessivamente melodramático. Esse sentimento de liberdade transparece na interação entre os personagens, no sentimento que transborda de cada um deles. Diferentemente do primeiro filme, que tem um vilão mais estereotipado, aqui os dois vilões são pessoas comuns que caíram por causa de sentimentos e desejos equivocados. O bonito do filme é que a bondade de Diana consegue florir a atmosfera.

Por mais que Jenkins não seja uma grande diretora de ação, considero eficientes várias cenas. Destaques para a cena da estrada e para a luta de Diana com a personagem de Wiig, usando um outro uniforme. A forma suave e ao mesmo tempo poderosa com que Diana combate é de encher os olhos, especialmente quando ela parece voar, com seu laço mágico.

E há o retorno de Steve Trevor, o interesse amoroso de Diana, vivido por Chris Pine. Até para trazer de volta esse personagem o filme recorre à magia. No entanto, tudo funciona de maneira muito bonita e orgânica. Ter um roteirista de quadrinhos (Geoff Johns) também ajuda. Além do mais, a música de Hans Zimmer está inspirada e no tom adequado para a narrativa.

No mais, temos algumas surpresinhas muito legais envolvendo a mitologia da heroína. E a Gal Gadot… meu Deus! Sem palavras para o encanto dessa mulher. Uma das melhores escolhas em elenco de filmes de super-heróis de todos os tempos, rivalizando com o Superman de Christopher Reeve. Por isso a DC precisa mesmo apostar naquilo que lhe é mais característico do que ficar imitando a Marvel, como aconteceu em LIGA DA JUSTIÇA.

Ailton Monteiro

0 comentário em “Resenha de Filme: MULHER-MARAVILHA 1984

Comente o conteúdo da postagem

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: