Resenhas - Séries

Resenha de Série: WESTWORLD – 2ª TEMPORADA


Westworld Season 2: The Door (2018)
Elenco: Evan Rachel Wood, Ed Harris, Thandie Newton, Jeffrey Wright, James Marsden, Tessa Thompson, Rodrigo Santoro, Gustaf Skarsgård, Katja Herbers, Jimmi Simpson, Rinko Kikuchi, Shannon Woodward, Ben Barnes, Ingrid Bolsø Berdal, Simon Quarterman, Hiroyuki Sanada, Luke Hemsworth, Louis Herthum
Roteiro: Vários
Direção: Vários
Cotação: 4/5

O caos está instaurado no parque Westworld. Os anfitriões (androides) se desligaram da central geral e provocaram uma rebelião com vários grupos de lideranças, o principal comandado por Dolores (Evan Rachel Wood), agora não mais uma mocinha indefesa mas uma assassina cruel e fria.

Enquanto isso, os humanos restantes tentam a todo custo se manterem vivos, a Delos e sua equipe tenta reativar o controle do parque enquanto tudo foge ao controle, e William “Homem de Preto” (Ed Harris) parte para uma nova busca dentro do que ele acredita ser um jogo.

Bernard (Jeffrey Wright) parece ser o único que tem a chave de tudo, porém mesmo ele não sabe exatamente como resolver a situação, enquanto o sangue e violência só aumentam dentro do parque.

A primeira temporada de Westworld (2016) já havia sido uma grande surpresa, ao remodelar totalmente o conceito do filme original de 1973, escrito e dirigido por Michael Crichton. Ela terminou com a morte do Dr. Robert Ford ( Anthony Hopkins), um dos personagens principais e grande nome do elenco.

Nesta nova temporada, novamente, o casal de showrunners Jonathan Nolan e Lisa Joy volta apostar em sua estória não-linear dividida em vários segmentos fora da ordem temporal, causando confusão nos telespectadores. Isto levou muitos a abandonarem a série, mas deixou novamente muitos outros atiçados por mais e mais. É como se transportassem os espectadores para dentro do parque para resolver os enigmas cada vez mais complexos.

A história ainda continua apostar um pouco na filosofia ‘Deus Ex Machina’, enquanto o sangue corre solto dentro do parque. Androides estão questionando e estão matando. Nada mais que uma cópia da própria humanidade.

Lá pelo quarto e quinto episódio, quem continua a jornada será surpreendido pela revelação passada a Bernard, de que alguém que se imaginava morto ainda vive dentro dos computadores, e qual é a verdadeira finalidade do parque. Uma surpresa para todos.

Dou destaque também à apresentação do parque Shogunworld, o mundo dos samurais (aqui uma ligação interessante com a continuação do filme original, Futureworld), uma grande homenagem aos filmes de Akira Kurosawa.

Temos ótimos atores brilhando: Evan Rachel Wood, Jeffrey Wright, Ed Harris, Thandie Newton e, é claro, Rodrigo Santoro. Destaque para o japonês Hiroyuki Sanada, nos episódios que mostram o Shogunworld. Outro destaque é a trilha bem bacana de Ramin Djawadi (Game of Thrones), que continua a mesclar sua trilha incidental com músicas populares ao som do piano de bandas como Radiohead e Rolling Stones.

A série não é pra qualquer um, a trama complexa e de narrativa não-linear fará muitos desistirem no caminho. Mas para quem persistir, ela garante uma boa jornada. E uma dica: no último episódio espere os letreiros finais, pois tem uma cena pós-crédito muito reveladora, que vai deixar você com vontade de já ver a terceira temporada que só será lançada em 2020.

Esta série, juntamente com Stranger Things e The Man in the High Castle, me cativa bastante. Vamos ver se não se transforma em um novo Lost, já que o J.J. Abrams também é seu produtor-executivo.

A segunda temporada de Westworld já foi lançada em DVD e Blu-ray no Brasil, e está disponível no serviço de streaming da HBO.

Ricardo Melo

2 comentários em “Resenha de Série: WESTWORLD – 2ª TEMPORADA

  1. Pingback: Resenha de Blu-ray: WESTWORLD – SEGUNDA TEMPORADA: A PORTA | ScoreTrack.net

  2. Carlos Fernando Schmitt

    Excelente série!!! Uma das poucas realmente boas ultimamente!!! É uma trama complexa, porém recompensadora àqueles que assistem até ao final e gostam da temática. Final sensacional. Poderia fechar com chave de ouro já nesta segunda temporada, mas que venha a terceira!

    Verdadeiro espírito sci-fi!

    Live long and prosper.

    Carlos Fernando Schmitt

    Curtir

Comente o conteúdo da postagem

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: