Resenhas - Filmes

Resenha de Filme: O PREDADOR


The Predator, EUA, 2018
Gênero: Ficção Científica, Aventura
Duração: 107 min.
Elenco: Boyd Holbrook, Olivia Munn, Sterling K. Brown, Keegan-Michael Key, Jacob Tremblay, Alfie Allen, Trevante Rhodes
Trilha Sonora: Henry Jackman
Roteiro: Shane Black, Fred Dekker
Direção: Shane Black
Cotação: **½

Uma perseguição entre naves alienígenas traz à Terra um novo predador, que acaba sendo capturado por humanos. Antes disso, ele tem seu capacete e bracelete roubados por Quinn McKenna (Boyd Holbrook), um atirador de elite que estava em missão no local onde a nave caiu.

A bióloga Casey Brackett (Olivia Munn) é então chamada para examinar o ser recém-descoberto, mas ele logo consegue escapar do laboratório em que é mantido cativo. Ao tentar recapturá-lo Casey encontra McKenna, que está em um ônibus repleto de ex-militares com problemas. Juntos, eles buscam um meio de sobreviver e, ao mesmo tempo, proteger o pequeno Rory (Jacob Tremblay), filho de McKenna, que está com os artefatos alienígenas pegos pelo pai.

Este quarto filme da franquia Predador é praticamente um tiro no escuro: pode ser o mais violento, o mais cheio de ação, mas também é o que tem mais furos no roteiro e cenas mal escritas ou confusas, fazendo com que o espectador acabe se perdendo do meio para a frente. E termina com aquela sensação de que venderam gato por lebre.

A produção foi bastante conturbada: durante a exibição teste, os executivos do estúdio Fox pediram que boa parte do filme fosse refilmado e seu final refeito. Atores tiveram cenas cortadas, a atriz principal, Olívia Munn se machucou e teve que ficar afastada por um tempo até poder se recuperar, e na véspera do lançamento foi descoberto que um ator amigo do diretor era um pedófilo em potencial e já condenado, fazendo o estúdio cortar as cenas que ele aparece. Isto não ficou muito bem definido, a ponto de Olivia Munn ir a público fazer reclamações do diretor e do estúdio por conta da demora em mandar o cara embora.

A refilmagem fez com que o tom sério e muito violento do filme mudasse para um tom mais de comédia. Infelizmente, isso trouxe problemas estruturais no roteiro, fazendo com quem assiste fique perdido em meio a tanto tiroteio, sem saber quem é quem na história, em uma trama que parece uma colcha de retalhos. Você fica pensando se eles seguiram mesmo um roteiro.

O filme até tenta trazer referências aos longas anteriores (até do lixo Alien Vs. Predador), inclusive teria o Schwarza fazendo uma ponta, mas o austríaco acabou não aceitando… para sorte do mesmo. Enfim, é difícil dizer isto, já que era uma das minhas franquias preferidas de monstros espaciais, mas… fuja deste filme!

Ricardo Melo

0 comentário em “Resenha de Filme: O PREDADOR

Comente o conteúdo da postagem

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: