Artigos Resenhas - Séries Séries

Sci Files: OS INVASORES


Hoje é difícil de imaginar que uma série de televisão influente, especialmente do gênero ficção científica, tenha somente uma ou duas temporadas. Isso, porém, era relativamente comum nos anos 1960, e aqui vamos tratar especificamente de Os Invasores (The Invaders), série criada pelo veterano roteirista/produtor/diretor Larry Cohen (Nasce um Monstro, A Coisa). Ela teve apenas duas temporadas que totalizaram 43 episódios, exibidos originalmente nos Estados Unidos pela rede ABC entre 1967 e 1968.

A nave dos invasores

A série foi produzida por Quinn Martin, um dos mais ativos produtores da televisão norte-americana entre o final dos anos 1950 até 1980 e que foi responsável por programas célebres como Os Intocáveis, O Fugitivo, Cannon e São Francisco Urgente. Os Invasores e a curta antologia Tales of the Unexpected (1977, oito episódios) foram as únicas produções de ficção científica de Martin. Os Invasores combina elementos de um dos maiores sucessos de Martin, O Fugitivo (que então recém encerrara), e dos filmes de alienígenas dos anos 1950 nos quais os invasores assumiam a forma humana, como o clássico Vampiros de Almas (Invasion of the Body-Snatchers, 1956).

Roy Thinnes como David Vincent

Roy Thinnes interpretava o arquiteto David Vincent, que após testemunhar o pouso de uma espaçonave de outro planeta descobre uma invasão alienígena em andamento. A cada episódio Vincent viajava de um lugar para outro, tentando frustrar e revelar os planos dos alienígenas. Ele logo descobre que alertar as autoridades é inútil, já que, além de a maioria das pessoas o considerarem um paranoico, os invasores já tinham se infiltrado nas instituições. Mesmo assim, durante a série, Vincent gradualmente convence um pequeno grupo de pessoas a ajudá-lo a combater a invasão, principalmente o industrial milionário Edgar Scoville (Kent Smith), que se tornou um personagem recorrente.

A série possuía uma abertura memorável, na qual era narrada a trama principal e a visão que Vincent teve da chegada da nave dos invasores, tendo como fundo um ameaçador tema do compositor Dominic Frontiere. A aparência da nave foi inspirada pelas famosas e controversas fotografias de discos voadores de George Adamski, que alegava ter tido contato com extraterrestres nos anos 1940.

Um dos invasores

Os invasores jamais tiveram um nome, e nunca soubemos de que planeta moribundo vinham. Também nunca foram mostrados em sua forma verdadeira, apenas com aparência humana. A menos que recebessem tratamentos periódicos exigindo equipamentos que consumiam grande quantidade de energia elétrica, reverteriam automaticamente às suas formas alienígenas, e o máximo que vimos foi um invasor começando a reverter, filmado distorcido e com luzes piscantes.

Mesmo em forma humana os invasores possuíam certas características pelas quais podiam ser descobertos, como ausência de pulso e de emoções. Quase todos tinham dedos mínimos rígidos, embora alguns poucos pudessem mover esse dedo. Havia também alguns alienígenas que, ao contrário da maioria, tinham emoções semelhantes às dos humanos e opunham-se ao plano de conquista.

Para dificultar a vida de Vincent, a existência dos alienígenas não podia ser documentada ao morrerem, pois seus cadáveres sempre brilhavam e desapareciam, junto com as roupas, quaisquer objetos que carregassem e tudo o que tocassem quando de sua morte. Apesar de eventualmente empregarem uma espécie de pistola laser, o modo preferido pelos alienígenas para matar alguém era aplicar um disco com cinco luzes brilhantes na nuca, causando hemorragia cerebral.

Diferentemente da produção anterior de Quinn Martin, O Fugitivo, Os Invasores não teve filmado um final apropriado. No entanto, o último episódio da segunda temporada, “Inquisition”, traz uma espécie de conclusão à série, já que Vincent derrota um plano dos extraterrestres com uma arma especial, e eles retiram seus principais agentes da Terra. Além disso, Vincent consegue convencer o Procurador-Geral do governo dos EUA da existência dos invasores, e da necessidade de uma vigília quanto ao seu possível retorno.

Em 1977 Martin praticamente refilmou o piloto de Os Invasores para Tales of the Unexpected, no episódio “Nomads”. Já em 1995 a série teve uma continuação em forma de minissérie com três episódios também intitulada Os Invasores. Scott Bakula (Contratempos, Star Trek: Enterprise) estrelou como Nolan Wood, que descobria a conspiração alienígena, tendo Roy Thinnes reprisado seu papel como o envelhecido David Vincent. Objeto de culto, a série Os Invasores foi uma das principais inspirações do produtor e roteirista Chris Carter para criar Arquivo X. A inspiração virou homenagem quando Carter escalou Roy Thinnes para interpretar o personagem recorrente Jeremiah Smith, um extraterrestre capaz de mudar sua aparência e de curar as pessoas.

Desde seu lançamento nos anos 1960, Os Invasores foi reprisada muitas vezes pela TV brasileira, mais recentemente pela Rede Brasil. Em DVD, a série foi lançada aqui pela distribuidora independente Vinyx Multimídia.

Jorge Saldanha

1 comentário em “Sci Files: OS INVASORES

  1. Nilton César Porphirio

    Tenho essa série muito bem guardada no meu HD externo, uma vez por ano assisto, e sempre é como se estivesse vendo pela primeira vez.

    Curtir

Comente o conteúdo da postagem

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: