Sci Files: Marte


Canais de Marte
Canais de Marte

O planeta Marte, assim batizado em homenagem ao deus romano da guerra, fascina as pessoas há séculos. Os primeiros registros de Marte foram feitos por astrônomos egípcios, em torno de 1534 A.C. O primeiro modelo de astronomia foi inspirado em sua rotação orbital, durante o século 4 A.C.

No século 19 surgiram os primeiros mapas de Marte, feitos a partir de telescópios. Neles havia a presença dos conhecidos “canais”, que poderiam indicar a existência de água e de vida inteligente no planeta. No século 20, as fotos de alta resolução tiradas por modernos telescópios e sondas não mostraram  a existência de canais. 

Nos anos 1960, a NASA começou a enviar sondas não tripuladas até Marte. Em 2007, a sonda robótica Spirit encontrou indícios da existência de água por lá, e em setembro de 2015 a NASA divulgou que a sonda orbital MRO detectou a existência não de canais, mas de estrias nas encostas de uma cratera onde, nas estações mais quentes, corre água (possivelmente salgada).

Marte influenciou famosas obras da literatura de ficção científica, como Guerra dos Mundos (H. G. Wells) e As Crônicas Marcianas (Ray Bradbury), sem falar em sua influência na cultura pop e nos quadrinhos, como o personagem Ajax, o Caçador de Marte (Liga da Justiça) e os Inumanos, entre outros.

Existe uma infinidade de filmes inspirados em Marte: O Vingador do Futuro (o original de 1990 e seu remake de 2012), Guerra dos Mundos (o original de 1953 e o remake de 2005), Doom (2005), Invasores de Marte (o original de 1953 e o remake de 1986), Flash Gordon no Planeta Marte (1938), O Planeta Vermelho (1959), Marte Ataca (1996), John Carter: Entre Dois Mundos (2012), Fantasmas de Marte (2001), Planeta Vermelho (2000) e Missão: Marte (2000), entre muitos.

Temos o recente Perdido em Marte (2015), do diretor Ridley Scott, que foi um grande sucesso mundial. Scott já fez filmes impactantes sci fi e de outros gêneros como Alien – O Oitavo Passageiro, Blade Runner, Gladiador e Falcão Negro em Perigo. Dentre seus longas de ficção científica, Perdido em Marte foi considerado pela NASA como muito realista, e inclusive tem sido comparado com o sucesso Interestelar (2014), do diretor Christopher Nolan (responsável pela trilogia Cavaleiro das Trevas), que também emprega conceitos científicos sérios. 

A Índia colocou seu primeiro satélite explorador sobre Marte em 2014, ao custo de 72 milhões de dólares. Porém o mais interessante é que a primeira missão tripulada a Marte pode ocorrer já em 2018! É, parece que os fãs da ficção científica e da Astronomia ainda terão muitas novidades sobre Marte nos próximos anos. Confira os links:

https://pt.wikipedia.org/wiki/Marte_(planeta)

http://super.abril.com.br/ciencia/marte-2018

http://www.universoracionalista.org/o-quao-cientificamente-preciso-e-o-filme-perdido-em-marte/

http://motherboard.vice.com/pt_br/read/a-missao-indiana-a-marte-custa-menos-que-filmes-sobre-marte

http://motherboard.vice.com/pt_br/read/preparem-se-2016-ser-um-grande-ano-para-o-espao?trk_source=recommendedhttp://super.abril.com.br/ciencia/marte-2018

Vídeos:

Artigo dedicado a Carolina Amaral

Guilherme da Costa Radin

Anúncios

1 Comment

  1. Há um livro sobre Marte chamado “O Mistério de Marte” de Graham Hancock que vale a pena ler. Embora cheio de teorias loucas sobre a planície de Cidônia, pirâmides construídas dispostas conforme a razão de ouro de Fibonacci entre outras coisas, o livro fala sobre a possibilidade de Marte ter tido, há muito tempo, um clima muito mais ameno com água em sua forma líquida e uma atmosfera. O livro cita as evidências de três impactos de objetos massivos contra a superfície de Marte que poderiam ter expulsado a atmosfera do planeta, alterado a disposição de seus pólos magnéticos e gerado, no outro lado do planeta uma fratura que viria a ser o Vale Marineris.

    Para quem gosta do assunto, vale ler!!!

    LLAP

    Curtir

Comente o conteúdo da postagem

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s