Notícias

Resenha: ÁREA Q


ÁREA Q (Brasil, EUA, 2011)
Gênero: Ficção Científica
Duração: 108 min.
ElencoIsaiah Washington, Ronnie Gene Blevins, Tânia Khalil, Leslie Lewis, Murilo Rosa, Lisa Crilley, Daniel Zykov, Steve Filice, Jordan Jones, John Deignan
Trilha Sonora: Perry La Marca
Roteiro: Julia Camara, Gerson Sanginitto
Direção: Gerson Sanginitto
Cotação: **½

O maior mérito de ÁREA Q (2012) foi ter conseguido chegar ao tão competitivo circuitão brasileiro. Ajudou o fato de já ter trailer anunciado antes dos últimos filmes produzidos pela Estação Luz, que trouxe a grande maioria das produções espíritas, e ao mesmo tempo ser vendido como uma curiosa ficção científica passada no sertão nordestino, mais exatamente em Quixadá e Quixeramobim, no Ceará, chamada no filme de Área Q, devido à sua alta incidência de casos de OVNIS e até de abduções.

Assim, o cineasta Gerson Sanginitto (de CADÁVARES 2, 2008) e o produtor Halder Gomes tinham pano pra manga para fazer a primeira ficção-científica Brasil-Estados Unidos. O ator convidado para protagonizar o filme foi Isaiah Washington, mais conhecido por sua participação na série GREY’S ANATOMY, mas que também pode ser visto em alguns trabalhos de Spike Lee. Se o ator já não é do primeiro time de Hollywood, os demais também não são rostos tão conhecidos, exceto Murilo Rosa. Mas isso dá um gostinho de filme B que faz com que ÁREA Q seja respeitado por aqueles que não têm problemas com produções de baixo orçamento.

Na trama, Washington é um jornalista famoso que tem sua vida abalada pelo desaparecimento do filho. Passados alguns meses na tentativa de encontrá-lo, ele recebe uma proposta de cobrir uma matéria sobre discos voadores no sertão brasileiro. Inicialmente não gostando da ideia, acaba aceitando. E para sua surpresa, a viagem se tornará mais importante para a sua vida do que ele jamais imaginaria.

Os problemas no filme são visíveis, desde imagens aéreas tremidas a interpretações problemáticas e uma história um tanto difícil de engolir, embora com uma conclusão até que satisfatória. Ainda assim, todos esses problemas podem ser relevados se o espectador se propuser a se deixar levar por uma história feita claramente com amor por seus realizadores, tentando vencer as dificuldades visíveis da produção. E ainda entregar um filme divertido. Não se trata de ser condescendente, mas de deixar clara a minha relação como espectador dessa obra única.

Quanto ao aspecto espiritualista do filme, ele é o mais difícil de engolir, não que não se possa dar uma boa liga com a ficção científica – um bom exemplo é PRESSÁGIO, de Alex Proyas -, mas em ÁREA Q essa característica é a que parece mais forçada, especialmente na cena em que os personagens de Isaiah Washington e Murilo Rosa se encontram. Ainda assim, não deixa de ser um dos momentos mais curiosos do filme, até pela utilização dos modestos efeitos especiais.

Ailton Monteiro

[via ScoreTrack.net]

2 comentários em “Resenha: ÁREA Q

  1. Não assisti ao filme, mas acho que talvez quem entenda mais de espiritismo possa não achar forçado essa união com ficção cientifica. Pois na crença espírita há uma vertente que acredita em outros mundos habitados e alienígenas. Não estava afim de assistir ao filme por causa que ele parecia muito B pelo trailer, mas ao saber desse link espírita acho que vou até dar uma conferida.

    Curtir

  2. Pingback: Thriller Cult OCUPANTES é destaque no “Rock Horror in Rio Film Festival” | SCI FI do Brasil - O Portal da Ficção Científica em Português

Comente o conteúdo da postagem

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: