Resenhas - Séries Séries

Resenha: TERRA NOVA: 1×06 – Bylaw


[SPOILERS] Welcome to “CSI: Terra Nova”. Murrrderrr! Se havia algo que fazia bastante falta a uma série que tão depressa já se deixara cair numa fórmula é sem dúvida deixar-se agora arrastar para outra, a dos típicos casos policiais que semanalmente se encontram por grande parte da programação da CBS (e de quase todos os outros canais, se bem que em menor dose).

Devo dizer que com toda a rebelião dos Sixers, e os problemas que eles têm levantado, fico um bocado incrédulo de que nunca até hoje tenha ocorrido um homicídio em “Terra Nova”, mas se o Comandante Taylor (Stephen Lang) assim o diz, quem sou eu para o contradizer?

Por isso, eis a história do primeiro homicídio em “Terra Nova”: quatro personagens que nunca antes vimos e às quais, consequentemente, não há qualquer ligação sentimental, são os protagonistas. Um usa um dinossauro para matar o outro (claro, só podia ser essa a arma de eleição!) por causa de dinheiro, mas quem escreveu este episódio, tal como qualquer mistério deve ser escrito, passa o tempo a desviar-nos a atenção para os outros dois intervenientes (um casal), e para a possibilidade de se tratar de um crime passional. O problema é que se nem toda a gente que não conheça já a estrutura deste tipo de história soubesse praticamente logo de início que o casal nada tinha a ver com o crime, então os sucessivos planos de câmara a revelarem a identidade de criminoso ao longo do episódio foram pistas mais que suficientes para desvendar este intrincadíssimo (!) caso.

Por detrás de toda esta banalidade, reconheço que há por ali uma boa intenção ao tentar explorar qual o sentimento que se geraria numa sociedade que tenta começar de novo e que acaba por se deixar cair em hábitos antigos (*). O grande problema é que a forma como o episódio foi conduzido resultou em que o mesmo deixasse o sentimento a mais um episódio de “CSI” passado na selva do que propriamente um caso de estudo sobre a condição humana (e o impacto zero que a cena do funeral teve é um bom exemplo disso).

(*) A cena mais próxima de alcançar este objectivo é aquela em que o Taylor decide que a sentença a dar ao presumível homicida é basicamente a morte (à maneira de Terra Nova, claro, ou seja lançando-o na selva à mercê de todos os perigos que existem lá fora). Porém, a execução da cena retira-lhe sentimento e até é estranho quando se vê, por exemplo, a Maddy (Naomi Scott) a chorar quase compulsivamente porque é difícil perceber/sentir através da cena por que razão é que ela está a chorar (Está preocupada com o condenado? Está triste porque Terra Nova deixou-se cair em velhos hábitos?).

Entretanto, o episódio apresenta ainda duas outras storylines secundárias, uma que envolve o nascimento de um bebé dinossauro (à lá “Jurassic Park”) e outra que já vem de episódios anteriores e que juntou o Josh (Landon Liboiron) à Mira (Christine Adams), que deu algum impulso ao episódio mas foi tão já no final do mesmo que nunca conseguiria ter impacto suficiente para evitar esta tragédia… 

ZB
Via [TVDependente]

 

1 comentário em “Resenha: TERRA NOVA: 1×06 – Bylaw

  1. PELO TITULO DO EPISODIO : BILAU , COM CERTEZA É PASSIONAL, KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
    QUER DIZER QUE COM 5 EPISODIOS JA CONSEGUIRAM ESTRAGAR A SÉRIE, PARABENS , E DEPOIS RECLAMARAM DA U.S.S. VOYAGER

    Curtir

Comente o conteúdo da postagem

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: