Filmes Resenhas - Filmes

Resenha: Agentes do Destino


AGENTES DO DESTINO (The Adjustment Bureau, EUA, 2011)
Gênero: Ficção Científica
Duração: 106 min.
ElencoMatt Damon, Emily Blunt, John Slattery, Daniel Dae Kim, Terence Stamp, Anthony Mackie, Shohreh Aghdashloo, Michael Kelly, David Alan Basche
Compositor: Thomas Newman
Roteirista: George Nolfi
Diretor: George Nolfi
Cotação: ***

Percebe-se de cara que OS AGENTES DO DESTINO (2011) tinha uma pretensão maior. O tema em si já é pretensioso: o do livre arbítrio, do destino, tema tão discutido e debatido por filósofos, teólogos e em conversas de botequim. Um tema que sempre rendeu muita discussão e que faz a alegria de muitos filmes que tratam de viagens no tempo. Não é o caso da estreia na direção de George Nolfi, roteirista de O ULTIMATO BOURNE (2007), que não traz tanta alegria assim, embora o resultado final seja o de um filme pelo menos simpático.

Afinal, Matt Damon e Emily Blunt formam um belo casal e o espectador torce por eles. Não é todo dia também que temos um filme baseado em Philip K. Dick que fala de amor. Se bem que BLADE RUNNER já tinha a relação de amor entre Deckard e Rachael. Mas não era algo que figurava em primeiro plano, como acontece em OS AGENTES DO DESTINO. O mais importante do filme é a luta do herói para ter aquilo que mais deseja: a mulher de sua vida. Os homens de chapéu, que são como anjos que governam o destino das pessoas mais importantes do planeta, querem impedi-lo, a fim de que aquilo que está escrito no “livro da vida” siga o rumo certo, previsto.

Assim, segundo tal livro, não era para o personagem de Damon ter encontrado pela segunda vez aquela mulher encantadora que ele conheceu (não por acaso) em um banheiro masculino, enquanto treinava um discurso para uma grande multidão. O interessante do filme é lidar com o preenchimento que um amor pode gerar na vida de alguém, a ponto de ele não se interessar por coisas “grandes”, como ter um elevado cargo político. Existe mesmo esse amor, que torna tudo o mais pequeno e desprezível? É esse tipo de questão transcendental que faz com que o filme seja pequeno demais para um assunto tão grande. Ainda assim, é um belo trabalho. Destaque para a sequência da fuga através das portas.

Ailton Monteiro
[via ScoreTrack.net]

6 comentários em “Resenha: Agentes do Destino

  1. Anselmo Filgueiras

    Eu vi o trailer, parece ser um bom filme. :)
    Preciso de uma série que seja tão bom quanto a série Stargate, pois esta série me inspirou muito.

    Curtir

  2. Anubis

    Anselmo, no momento não espere grandes coisas de séries sci fi televisivas… : (

    Curtir

  3. Gostei do filme!

    Curtir

  4. Pingback: Mais filmes viram séries de TV: Soldado Universal e Agentes do Destino | SCI FI do Brasil

  5. Edilson

    Ainda não li o conto original de Philip K. Dick que inspirou o filme. Mas pude perceber que o filme mantém o “espírito” de sua obra como um todo. Acredito que tenha faltado neste filme um toque estilo “Morte nos Sonhos” ou “A Hora da Zona Morta”, onde responsabilidades nucleares eram vinculadas ao destino de presidentes americanos. Mesmo assim, achei o filme bem interessante e surpreendente. Dick sempre teve problemas com a sua própria realidade e identidade. Isto se reflete em quase todas as suas obras. Saber quem somos realmente e o que é a nossa realidade está presente em filmes inspirados nele, como Blade Runner, O Vidente, O Pagamento, Impostor, Total Recall, O Homem Duplo etc. Dessa forma, em minha humilde opinião, “Os Agentes do Destino” dialoga perfeitamente com estas outras obras.

    Curtir

  6. Pingback: Gata Sci Fi: Emily Blunt | SCI FI do Brasil – O Portal da Ficção Científica em Português

Comente o conteúdo da postagem

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: