Filmes Resenhas - DVD e Blu-ray

Resenha de Blu-ray: SINAIS


Título Original: Signs
Produção: 2002
Duração: 107 min.
Direção: M. Night Shyamalan
Elenco: Mel Gibson, Joaquin Phoenix, Rory Culkin, Abigail Breslin, Cherry Jones, M. Night Shyamalan
Vídeo: Widescreen Anamórfico 1.85:1 (1080p/AVC MPEG-4)
Áudio: Inglês (PCM 5.1, Dolby Digital 5.1), Português (Dolby Digital 5.1)
Legendas: Português, Inglês
Região: A, B, C
Distribuidora: Disney/Buena Vista
Discos: 1
Lançamento: 04/07/2009
Cotações: Som: ****½ Imagem: *½ Filme: **½ Extras & Menus: **** Geral: ****

SINOPSE
Em um dia normal de trabalho, Graham Hess (Mel Gibson) encontra misteriosas marcas de 165 metros de diâmetro no meio de seu milharal. Hess e sua família descobrem que extraterrestres são os responsáveis pelos sinais em suas terras. Aterrorizados, acompanham outros aparecimentos de sinais em plantações do mundo inteiro, e preparam-se para enfrentar os terríveis momentos antes de o mundo ser invadido por criaturas desconhecidas.

COMENTÁRIOS
Leia a nossa resenha do filme AQUI.

SOBRE O BD
Vários anos após ter saído em um DVD criticado por sua imagem medíocre, SINAIS foi lançado pela Disney em Blu-ray (em 2008 nos EUA e 2009 aqui) trazendo uma transferência anamórfica 1080p/AVC MPEG-4 na proporção de tela original 1.85:1, que não parece ser fruto de uma remasterização. Eventualmente notamos alguns pontos brancos e outros artefatos inerentes à película que comprovam que o filme não sofreu nenhum tipo de restauração. Mesmo assim a imagem é muito superior à do DVD, com alta nitidez e níveis de detalhe mesmo nas sombras. No entanto falta maior contraste, o que se nota principalmente nas cenas à luz do dia, que tendem a ser um pouco mais escuras. Também há indícios de edge enhancement em alguns momentos, porém nada que chegue a ser um fator de distração. Por uma decisão artística as cores são propositadamente esmaecidas, à exceção do verde das plantações, que é forte e consistente. Para um título de catálogo SINAIS traz uma qualidade de vídeo em alta definição satisfatória, pelo menos até que uma nova edição remasterizada seja lançada.

Melhor que a imagem é a ótima faixa lossless PCM 5.1 (48kHz/24-bit) em inglês, que traduz perfeitamente o elaborado sound design do filme, usando sutilmente o surround para criar um eficaz e realista envolvimento nas cenas da propriedade rural dos Hess (ruídos de vento, pássaros e cães nas cenas do milharal, por exemplo). Nos momentos em que o som é necessário para acentuar sustos, ela responde prontamente com alta resposta dinâmica e graves sólidos. Os diálogos são sempre claros, apesar de em determinados segmentos darem a impressão de terem sido mixados um pouco baixo. Também estão disponíveis faixas lossy Dolby Digital 5.1 em português e inglês, e legendas nesses mesmos idiomas. Os menus animados foram traduzidos para o português.

EXTRAS
Os extras do Blu-ray de SINAIS são exatamente os mesmos da edição anterior em DVD, ou seja, compensam a pequena quantidade com sua qualidade. Todos eles estão em resolução 480p/i/MPEG-2 (SD), formato de tela 4:3/letterbox, áudio inglês 2.0 e com legendas em português. Antes do carregamento do menu, são exibidos alguns trailers de lançamentos em cinema e Blu-ray da Disney/Buena Vista, em vídeo 1080p/MPEG-2 (HD), com áudio em inglês 5.1 e sem legendas.

  • Filmando SINAIS (60 min.) – Making of de uma hora dividido em seis partes, que podem ser assistidas de uma vez só ou separadamente (são elas: “Procurando por SINAIS”, “Construindo SINAIS”, “Filmando SINAIS: Um Comentário com M. Night Shyamalan”, “Os Efeitos de SINAIS”, “Últimas Vozes: A Música de SINAIS” e “O Círculo Completo”). Comandado por Shyamalan ele nos dá uma boa visão dos vários aspectos da produção, incluindo muitas cenas de bastidores e entrevistas com todos os integrantes do elenco principal. Por gostar muito da trilha sonora do filme, meu segmento preferido é o musical, onde Shyamalan fala sobre a importância do trabalho de James Newton Howard e acompanhamos trechos das sessões de gravação com a orquestra;
  • Cenas Excluídas (14 min.) – Cinco cenas que foram eliminadas da montagem final, na maior parte diálogos adicionais. Mas a melhor é a do alien no sótão, que poderia muito bem ter permanecido no filme. Não há comentários opcionais do diretor, ou qualquer outra informação sobre o porquê das cenas terem sido excluídas;
  • Storyboards: Bônus em Multi-Ângulo – Podemos comparar duas cenas do filme com seus respectivos storyboards, selecionando três opções de ângulo: storyboard, versão final do filme e tela dividida;
  • O Primeiro Filme Sobrenatural de M. Night Shyamalan (2 min.) – Após uma breve introdução de Shyamalan, assistimos a um dos vídeos curtos que ele fez quando adolescente, que mostra seu encontro dentro de casa com um monstrinho tosco (na verdade um robô de controle remoto coberto por uma máscara de Dia das Bruxas).
O alienígena de Passo Fundo

Jorge Saldanha

2 comentários em “Resenha de Blu-ray: SINAIS

  1. Pingback: Divulgada a primeira imagem oficial de AFTER EARTH | SCI FI do Brasil

  2. Pingback: Vem aí a continuação de CORPO FECHADO – SCI FI do Brasil – O Portal da Ficção Científica em Português

Comente o conteúdo da postagem

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: