Stargate SG-1: Começam as Viagens pelo Portal


Stargate_SG1_logo

Em 1997 estreou nos Estados Unidos, pelo canal Showtime, a série Stargate SG-1, baseada no longa metragem de Roland Emmerich Stargate (1994). No longa vemos que em 1928, em Gizé, é encontrado um artefato alienígena que recebe o nome de Stargate. Os cientistas concluem que o artefato é um portal que permite viajar instantaneamente pelo espaço, e somente em 1994 o governo dos EUA consegue ativá-lo, enviando um grupo de militares liderados pelo coronel Jack O’Neil (Kurt Russell) e o arqueólogo Daniel Jackson (James Spader) até o planeta Abydos, onde havia outro Stargate. Lá descobrem a ameaça de Rá, um parasita alienigena que usa um corpo humano como hospedeiro e que já governara a Terra 5000 anos atrás, tendo sido expulso devido a uma rebelião. Eles conseguem destruir Rá, mas para evitar que a Terra seja ameaçada, o Stargate de Abydos é enterrado por Daniel Jackson, que resolve ficar no planeta após casar-se com a jovem Sha’re.

O elenco original de Stargate SG-1

O elenco original de Stargate SG-1

Já na série, o Comando SG-1 é criado pouco depois que as forças de Apophis, um alienígena da mesma raça de Rá (goa’uld), atacam a Terra pelo Stargate. Após contatar Jackson em Abydos, O’Neill (agora com dois “l”s) confirma que o portal de lá continuava enterrado e, portanto, as forças de Apophis vieram através de outro Stargate. Logo se descobre que há uma verdadeira rede de portais espalhada pela galáxia. Durante o piloto “Os Filhos dos Deuses”, a formação da equipe SG-1 é estabelecida: o coronel Jack O’Neill (Richard Dean Anderson), Daniel Jackson (Michael Shanks), a capitã Samantha Carter (Amanda Tapping) e o jaffa (servo de Apophis e seu ex-comandante) Tea’lc (Christopher Judge). Todos estão sob as ordens do general Hammond, líder do Comando Stargate. Logo novas equipes SG são criadas, mas o SG-1 continua sendo a principal.

Ao longo da primeira temporada eles descobrem que os alienígenas Goa’uld governam a galáxia com mão de ferro através de seus exércitos de Jaffas, e usam cruzadores ha’taks para transportar suas tropas pelo hiperespaço. A fraqueza dos goa’ulds reside no fato deles lutarem entre si pelo controle da galáxia. Mas eventualmente os Senhores dos Sistemas – os Goa’ulds mais poderosos – unem-se para enfrentar a ameaça do renegado Anúbis (talvez o pior vilão da série, embora alguns considerem Ba’al). Inicialmente as missões do SG-1 são principalmente de exploração (a cada episódio visitam um planeta ou civilização diferentes, no estilo Jornada nas Estrelas) e de busca de tecnologia avançada para proteger a Terra. O Comando Stargate, ao longo de suas aventuras, acaba aliando-se a extraterrestres como Asgards, Tok’ras, Unas e à rebelião Jaffa iniciada por Tea’lc, para combater as ameaças dos Goa’uld, da NID (uma organização criminosa da Terra que tenta obter tecnologia por meios escusos para destruir os goa’uld) e dos Replicadores (seres cibernéticos poderosos e ameaçadores no estilo dos Borgs, de Jornada nas Estrelas: A Nova Geração).

O elenco de Stargate SG-1 a partir da 9ª temporada

O elenco de Stargate SG-1 a partir da 9ª temporada

Durante a sexta temporada é revelado que os humanos são descendentes dos Antigos, os construtores e disseminadores dos portais, além de alguns receptáculos de conhecimento; e que estes ascenderam a um plano superior de existência, tornando-se seres de energia pura (algo parecido com os Jedi imortais de Star Wars) logo após abandonarem a cidade de Atlantis, devido a algo terrível que aconteceu por lá. O mais surpreendente é o fato do vilão Anúbis ter se tornado um ser parte goa’uld e parte ascendido, não estando nem vivo e nem morto (ele fica entre esses dois planos de existência), e o conhecimento parcial dos ascendidos lhe garante uma superioridade tecnológica frente aos Senhores dos Sistemas. Foram os Antigos que espalharam pela galáxia os Stargates, e também deixaram alguns receptáculos de conhecimento escondidos. No final da sétima temporada o SG-1 procurava a cidade perdida dos Antigos e pensam tê-la encontrado na própria Terra, na Antártida. Mas o que eles encontram é uma base que contém uma arma formidável, que eles usam para destruir a frota de Anúbis, que atacava a Terra. No final da oitava temporada, vemos uma aliança que derrota os Goa’uld e Replicadores ao mesmo tempo, numa batalha épica em Dakara (planeta sagrado para os Jaffas).

Da quinta para a sexta temporada tivemos a saída de Daniel Jackson (consta que o ator estava insatisfeito com seu salário), e a entrada de Jonas Quinn (Corin Nemec). Mas devido à pressão dos fãs, Michel Shanks acabou retornando no inicio da sétima temporada. Em 2002 a série migrou para o Sci Fi Channel, onde tornou-se o maior sucesso do canal. No Brasil, em 2006 o canal Fox exibiu a nona temporada, onde surge uma nova ameaça: os Ori, que são uma espécie de ascendidos malignos. A partir dela, o coronel Cameron Mitchell (Ben Browder, da série cult Farscape) assume o comando da equipe SG-1, devido a saída de Jack. Vala Mal Doran (Claudia Black, também de Farscape) uma ex-mercenária e trambiqueira no melhor estilo do Quark de Jornada nas Estrelas: Deep Space Nine, se redimiu quando juntou-se ao SG-1 para combater a ameaça dos Ori, que mostram ser muito mais perigosos que os Goa’uld e os Replicadores. Tanto que os Antigos vieram para nossa galáxia fugindo dos Oris e após perderem a guerra contra os Espectros (conforme visto na spin-off Stargate Atlantis). O SG-1 ajuda a recém criada nação Jaffa, que está sendo tentada e ameaçada pelos Ori, que destroem aqueles que não aceitam ser seus adoradores. Te’alc assume um papel político para impedir que os Jaffa unam-se aos Ori.

A equipe da série derivada Stargate Atlantis

A equipe da série derivada Stargate Atlantis

No Brasil a décima e última temporada já foi exibida pelo canal FX, sendo que as temporadas anteriores estão sendo reprisadas pelo Sci Fi Channel Brasil. A série termina sem que haja o encerramento definitivo da história dos Ori – isso acontece no longa Stargate: A Arca da Verdade, lançado no Brasil em DVD. Ele é seguido por uma nova aventura em longa-metragem do SG-1, Stargate: Linha do Tempo, também lançado em DVD, que mostra uma tentativa do Goa’uld Ba’al de alterar a linha do tempo através da eliminação do Comando Stargate, o que lhe permitiria dominar a Terra. Com o encerramento da série derivada Stargate Atlantis, cuja quinta e última temporada é exibida no Brasil pelo canal FX, a franquia continuou em Stargate Universe, série mais sombria e focada nos personagens que ficam presos em uma nave dos Antigos, a Destiny, cuja rota pelo universo não pode ser alterada.

Guilherme da Costa Radin

About these ads

30 comentários sobre “Stargate SG-1: Começam as Viagens pelo Portal

  1. Citando: “Os oris, portanto, foram uma facção dos Antigos que construíram naves e se deslocaram para uma outra galáxia, onde aprenderam como ascender, e passam a usar seu poder de forma totalitária.”

    Na verdade foram os Antigos que vieram para nossa galáxia fugindo dos Oris como é descrito em The Arc of the Truth (A Arca da Verdade).

    Abraços e belissímo post.

    Curtir

  2. AE MALUCO,FINALMENTE CONSEGUIU ESCREVER , FOI MUITO BEM RESUMIDO, É ISSO AI, A PRATICA TRAZ A PERFEIÇÃO , PEQUENO PADAWAN …KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

    Curtir

  3. Pingback: Michael Shanks em Sanctuary e Smallville « Sci Fi do Brasil

  4. Como o Charles falou, os antigos vieram para a galaxia fugindo dos Ori, depois foram para a Galáxia de Pegasus, porem voltarem de lá por causa dos espectros, ou seja, eles não vieram inicialmente para cá por causa dos espectros, mas voltaram para cá por causa deles.

    Curtir

  5. Pingback: Gata Sci Fi: Claudia Black « Sci Fi do Brasil

  6. Pingback: Ba’al: para matar as saudades de Stargate SG-1 | Sci Fi do Brasil

  7. Pingback: Gata Sci Fi: Morena Baccarin | Sci Fi do Brasil

  8. Pingback: Participações especiais em Torchwood: Miracle Day | Sci Fi do Brasil

  9. Pingback: Morena Baccarin fala sobre o final da 2ª temporada de V « Sci Fi do Brasil

  10. Pingback: Uma luz no fim do túnel para Stargate Universe – Parte 3: O Fim de Tudo « Sci Fi do Brasil

  11. Pingback: Star Trek e o Legado de Gene Roddenberry « Sci Fi do Brasil

  12. Pingback: Vilões Sci Fi e dos Quadrinhos « Sci Fi do Brasil

  13. Pingback: Christopher Judge se machuca no set de Batman – O Cavaleiro das Trevas | SCI FI do Brasil

  14. Pingback: Richard Dean Anderson chegou para passar o Carnaval no Brasil | SCI FI do Brasil

  15. Pingback: Ben Browder em DOCTOR WHO | SCI FI do Brasil

  16. Pingback: Vem aí PRIMEVAL: NEW WORLD | SCI FI do Brasil

  17. Pingback: POWER RANGERS e a polêmica reciclagem dos Tokus | SCI FI do Brasil

  18. Pingback: Joel Goldsmith (1957-2012) | SCI FI do Brasil

  19. Pingback: Vem aí DELETE | SCI FI do Brasil

  20. Pingback: Gata Sci Fi: Amanda Tapping « SCI FI do Brasil

  21. Pingback: Amanda Tapping será um anjo em SUPERNATURAL « SCI FI do Brasil

  22. Pingback: Ben Browder em ARROW « SCI FI do Brasil

  23. Pingback: Amanda Tapping será um anjo em SUPERNATURAL (ATUALIZADO) « SCI FI do Brasil

  24. Pingback: Assista ao Trailer de STARGATE SG-1: UNLEASHED « SCI FI do Brasil

  25. Pingback: De Stargate a Stargate SG-1: Uma Introdução à Série | SCI FI do Brasil

  26. Pingback: Sci-Files: ARROW | SCI FI do Brasil

  27. Pingback: STARGATE ATLANTIS no Netflix | SCI FI do Brasil

  28. Pingback: Gata Sci Fi: Lexa Doig | SCI FI do Brasil

Comente o conteúdo da postagem

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s