Resenha: The 4400 – A Série Completa (DVD)


4400DVDDireção: Vários
Elenco: Peter Coyote, Joel Gretsch, Jacqueline McKenzie, Michael Moriarty, Mahershalalhashbaz Ali, Laura Allen, Bill Campbell, Kaj-Erik Eriksen, Chad Faust, Samantha Ferris, Jenny Baird
Distribuidora: Paramount
Duração: 1941 min.
Região: 4
Lançamento: 08/10/2008
Nº de discos: 15
Cotações: Série: *** DVD: ***½

SINOPSE
De repente e inexplicavelmente, 4.400 pessoas misteriosamente desaparecidas ao longo de várias décadas retornam ao mesmo tempo, como estavam no dia em que sumiram. Sem clareza do que esse acontecimento significa, o governo investiga os 4.400, tentando descobrir onde estiveram e por que voltaram. Aos poucos, os retornados começam a manifestar estranhos poderes – curar e destruir, alterar o presente e a prever o futuro. Quando fica claro que esses poderes podem mudar o mundo, a luta pelo controle começa.

COMENTÁRIOS
Imagine uma mistura de ARQUIVO X, X-MEN e HEROES, e você terá uma idéia do que é THE 4400, série lançada pelo canal USA em julho de 2004 inicialmente como uma minissérie de cinco episódios – um piloto de 90 minutos e mais quatro episódios de 45 minutos. À época, programas como TAKEN e LOST colocaram a ficção científica novamente em evidência na TV, e THE 4400 foi uma tentativa do USA em reverter um pouco dessa onda a seu favor. A diferença, em relação à mais recente HEROES, é que THE 4400 possui um tom mais sério e dramático.

A série foi criada por Scott Peters e incluiu na sua equipe René Echevarria e Ira Steven Behr, egressos das séries derivadas de JORNADA NAS ESTRELAS. O intrigante piloto mostra o retorno, em uma grande esfera de luz, de 4.400 pessoas abduzidas em datas que variam de meses a décadas antes do presente, sem se lembrarem de onde estiveram. Os agentes de uma agência do governo americano Tom Baldwin (Joel Gretsch), cujo sobrinho fora um dos abduzidos, e Diana Skouris (Jacqueline McKenzie), que posteriormente adota um deles – a menina Maia – são designados para monitorar os 4.400 e buscar uma solução para seu mistério, que aumenta à medida que os retornados começam a desenvolver poderes sobre-humanos.

Em seu início a série busca claramente seguir os passos de ARQUIVO X (Dana Scully? Diana Skouris?), com cada episódio sendo focado no “4.400 da semana”. Paralelamente, acompanhamos a vida de alguns deles, personagens fixos ou recorrentes, na tentativa de se adaptar à vida contemporânea e aos poderes recém adquiridos. Ao final destes primeiros episódios, a série cometeu um erro estratégico grave – revelou quem havia raptado todas aquelas pessoas – spoilers a seguir: não foram alienígenas, mas sim seres humanos do futuro. Os próprios produtores admitiram o erro, já que esse elemento poderia ter sido mais e melhor explorado.

A segunda temporada inicia um ano depois, quando os agentes investigam uma espécie de “efeito borboleta” causado pelos 4.400. Aparentemente eles foram enviados para que, com seus poderes, influenciassem eventos do presente, consequentemente alterando o futuro. A partir da terceira temporada começam a se desenhar principalmente dois conflitos potenciais. O primeiro é focado no líder messiânico dos 4.400, Jordan Collier (Bill Campbell), que a exemplo do Magneto de X-MEN, acha que uma guerra entre eles e as pessoas normais é o caminho para a salvação do mundo. O segundo revela uma facção dissidente do futuro que tentará impedir que os 4.400 cumpram sua missão, utilizando agentes infiltrados e Isabelle (Megalyn Echikunwoke), a filha de dois retornados que desenvolve poderes formidáveis.

Mas a falta de personagens mais carismáticos (e elenco idem, à exceção de participações recorrentes de rostos conhecidos do gênero, como Peter Coyote, Jeffrey Combs e Summer Glau), uma indecisão sobre quem é de fato vilão ou não e o ritmo arrastado de vários episódios, acabou afastando boa parte do público. Isso levou a série a ser cancelada no final de sua quarta temporada sem atingir seu potencial, deixando boas idéias e mesmo a promessa de um grande confronto de lado. Além de ter saído em DVD no Brasil, THE 4400 é exibida aqui no canal pago Sci Fi Channel, e na TV aberta estreou recentemente nas madrugadas de sábado do SBT (prova que na TV aberta do Brasil séries servem apenas para tapar os buracos da programação), com o título de OS 4400.

DVD
A Paramount lançou no Brasil no Brasil THE 4400 em boxes individuais de cada temporada, e finalmente neste box com a série completa, com 15 discos embalados nos famigerados estojos amaray slim (sete duplos e um simples), envoltos numa luva de cartolina. O uso dessas embalagens em boxes (o que é feito inclusive no exterior) é menos problemático, ao contrário de sua utilização em lançamentos individuais como faz no Brasil a Fox. Mesmo assim é comum alguns discos se desprenderem de seus suportes. Os 42 episódios de THE 4400 são apresentados em seu aspecto originai 1.78:1 em transferências widescreen anamórficas de qualidade muito boa, mantendo assim o elevado padrão dos lançamentos da Paramount de séries de TV. A imagem é nítida e clara, com cores vibrantes e níveis de preto consistentes. Nota-se um pouco de granulação natural inerente à fonte, o que não causa problemas. Notei alguns artefatos de compressão em áreas mais escuras da imagem, mas que não chegam a comprometer a apresentação de um modo geral.

As faixas de áudio disponíveis são inglês Dolby Digital 5.1 e 2.0 e espanhol Dolby Digital 2.0. Como à época do lançamento das temporadas em DVD a série ainda não fora dublada para a TV aberta, não há a opção de áudio em português. Quanto ao áudio multicanal 5.1, ele pode ser considerado no máximo discreto. Principalmente nas primeiras temporadas achei seu volume um pouco baixo, o que se nota principalmente na reprodução da ótima canção tema. Os canais surround são pouco usados, até pelo fato de o programa não ter muitas cenas de ação – esta é uma mixagem basicamente ambiental. Mas os diálogos são sempre claros e a fidelidade geral é boa, sem distorções perceptíveis. As legendas disponíveis são português, inglês e espanhol, estando os menus (estáticos) em português nas duas primeiras temporadas, e apenas em inglês nas restantes.

EXTRAS
A maior parte do material suplementar presente neste box completo de THE 4400 é o mesmo das temporadas em separado – até porque 14 DVDs são idênticos aos dos lançamentos originais. Assim, as duas primeiras temporadas não possuem extra algum, e os da terceira temporada não foram legendados em português (por esta razão mantive seus títulos em inglês). Já os da quarta temporada (os vídeos, pelo menos) foram legendados, com os extras inéditos reunidos no 15º disco possuindo áudio original 2.0 e legendas em português.

  • Comentários em áudio – Temos faixas de comentários em alguns episódios a partir da terceira temporada (“O Novo Mundo”, “Desaparecidos – Parte 2”, “A Balada de Kevin e Tess”, “Um Golpe Terrível e Rápido”, “Cinquenta por Cento de Chance”, “Até que Construamos Jerusalém” e “Habilidade Mortal”), com a participação de elenco e equipe. Infelizmente, não possuem legendas em português, exceto no episódio piloto repetido como extra no 15º disco;
  • The 4400 Gag Reel (08:21min.) – Engraçados erros de gravação da terceira temporada;
  • The Architecture of Series Story Telling (21:07min.) – Making of da terceira temporada, com a participação da equipe de produção e elenco;
  • Powers Grid (04:39) – Featurette centrado nos principais arcos de histórias da série;
  • Character Tree – Uma espécie de “árvore dos personagens”, onde podemos acessar o perfil de cada personagem principal, contendo vídeos com depoimentos do ator/atriz correspondente;
  • TVFX (12:50min.) – A equipe examina algumas das cenas de efeitos visuais;
  • Being Tom Baldwin: The First Draft – Arquivo em PDF para ser visto no computador, contendo a primeira versão do roteiro do episódio “Sendo Tom Baldwin”;
  • Cenas Deletadas – Na quarta temporada cada disco traz cenas deletadas de alguns episódios. Já no 15º disco, só de extras, foram incluídas mais algumas das temporadas anteriores.
  • Episódio “Habilidade Mortal” – Versão do Diretor (45:51) – Foi incluída como extra a versão do diretor do episódio final da temporada, que possui três minutos a mais do que o originalmente exibido;
  • Temporada IV: Facções em Guerra (27:04 min.) – Making of da quarta temporada, com cenas de bastidores e depoimentos do elenco e equipe de produção;
  • O Homem de Cinza (07:48min.) – Featurette dedicado ao controvertido personagem Jordan Collier;
  • Temporada IV: Erros de Gravação (3:31 min.) – Mais uma seleção de divertidos “bloopers”, agora da quarta temporada;
  • Introdução do Criador da Série Scott Peters (01:17min.) – Pequeno vídeo onde o criador de THE 4400 agradece aos fãs pelo apoio;
  • Episódio Piloto com Comentários em Áudio de Scott Peters e Joel Gresch (85:16) – A íntegra do episódio piloto foi repetida no disco exclusivo de extras, incluindo uma nova faixa de comentários em áudio do criador da série e do intérprete de Tom Baldwin – desta vez com legendas em português;
  • Promicina: Uma Escolha Moral (22min.) – Três vídeos virais que tratam da polêmica droga que permite que qualquer pessoa desenvolva poderes – o problema é que metade das pessoas que tomam a Promicina, morrem;
  • THE 4400: A Temporada Fantasma (14:37)- Seria de se imaginar que este featurette fosse tratar do que teria sido a quinta temporada, mas na verdade é uma avaliação da série conduzida por Scott Peters, temperada com uma rara e bem-vinda dose de auto-crítica.

Jorge Saldanha

About these ads

12 comentários sobre “Resenha: The 4400 – A Série Completa (DVD)

  1. E mais um exemplo de como estamos nas maos do publico americano. Uma série excelente e que ainda tinha muito a oferecer, foi cancelada sem a menor cerimonia. Uma Pena……….

    Curtir

  2. Pingback: Os 4400: Estreia camuflada no SBT « Sci Fi do Brasil

  3. Pingback: Summer Glau em Chuck « Sci Fi do Brasil

  4. Pingback: Alphas já tem showrunner | Sci Fi do Brasil

  5. Pingback: Vem aí REM « Sci Fi do Brasil

  6. Pingback: Charles Napier (1936-2011) | SCI FI do Brasil

  7. Pingback: Série Clássica de ALÉM DA IMAGINAÇÃO no Netflix BR « SCI FI do Brasil

  8. Pingback: Vem aí a série INTELLIGENCE | SCI FI do Brasil

  9. Pingback: Billy Campbell em HELIX | SCI FI do Brasil

  10. Pingback: Jeri Ryan em HELIX | SCI FI do Brasil

  11. Pingback: Gata Sci Fi: Lexa Doig | SCI FI do Brasil

Comente o conteúdo da postagem

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s